23 de abr de 2013

A Dança de São Gonçalo - Serra do Evaristo (Baturité - CE)

Serra do Evaristo - Baturité (CE)
Olá galera!

Essa semana estivemos com nossos amigos e amigas da Serra do Evaristo, no nosso Maciço de Baturité, para registrarmos a "Dança de São Gonçalo". Vocês já ouviram falar nessa manifestação cultural? Pois aqui trataremos de informar um pouco do que capturamos em imagens belíssimas!

A "Dança de São Gonçalo" é origem européia: Veio de Portugal. São Gonçalo encontrou na experiência popular a maneira de converter pecadores. Para converter as prostitutas , ele se vestia de mulher, tocava viola e dançava alegremente apesar de pregos no sapato que acabavam ferindo seus pés.

São Gonçalo zelava pela virtuosidade das mulheres, organizando para elas danças nos dias de sábados até se cansarem. Ele entendia que as mulheres que participassem dessas danças aos sábados não cairiam em tentação no domingo. 

Esta dança hoje na Serra do Evaristo é tratada como uma dança totalmente religiosa e é realizada como pagamento de promessas, agradecimentos por graças alcançadas ou como elas falam “pedidos de almas”. Na comunidade não se tem ideia de quando ao certo a dança chegou, mas sabe-se que há muitos anos ela é realizada por senhoras, adolescentes e senhores da comunidade.

É composta por 24 dançadeiras* 3 homens que tocam os instrumentos (um tambor, um violão e uma rabeca ou sanfona). A figura do tocador de rabeca ou sanfona representa São Gonçalo e é uma figura de grande importância na dança. Na frente ficam as duas guias vestidas de azul - são elas as mais antigas do grupo e responsáveis por toda condução da dança - , o resto das dançadeiras se vestem de todas de branco.

A dança acontece em 12 jornadas divididas em dois momentos: Uma antes do almoço (com 6 jornadas e um pequeno intervalo) e mais outras 6 jornadas após o almoço. A dança completa dura aproximadamente 12h

Segundo relatos, no fim de cada jornada, as dançadeiras repetem sempre os mesmos passos/movimentos, como  uma forma de finalizando a jornada, possam obter energia para iniciar uma nova.

Aguardem o documentário que estamos fazendo!

Abraços,

Juliana Ferreira
Produtora da ECOS/ Rede de Memórias Serras do Ceará

--
*Dançadeiras é o termo utilizado para as mulheres que dançam.

Nenhum comentário: